Recomendado, 2019

Escolha Do Editor

"Ritorna vincitor" Letras e Tradução de Texto
Transitando Urano Aries (2010 a 2019)
Quem foi Hércules?

O Venerável Bede

O Venerável Bede foi um monge britânico cujas obras em teologia, história, cronologia, poesia e biografia o levaram a ser aceito como o maior estudioso do início da era medieval. Bede é mais famoso por produzir o Historia ecclesiastica (História Eclesiástica), uma fonte essencial para a nossa compreensão dos anglo-saxões e da cristianização da Grã-Bretanha na era antes de Guilherme e a conquista normanda, o que lhe valeu o título de "o pai da história inglesa".

Detalhes:

Título: São Bede, o VenerávelNascido: 672/3Morreu: 25 de maio de 735, Jarrow, Northumbria, Reino UnidoCanonizado: 1899, dia de festa em 25 de maio

Infância:

Pouco se sabe da infância de Bede, a não ser que ele nasceu de pais que viviam em terras pertencentes ao recém-fundado Mosteiro de São Pedro, com sede em Wearmouth, para o qual Bede foi dado por parentes para uma educação monástica quando ele tinha sete anos. Inicialmente, aos cuidados do Abade Benedito, os ensinamentos de Bede foram assumidos por Ceolfrith, com quem Bede se mudou para a nova casa geminada do mosteiro em Jarrow, em 681. A Vida de Ceolfrith sugere que aqui só o jovem Bede e Ceolfrith sobreviveram a uma praga que devastou o acordo. No entanto, no rescaldo da praga, a nova casa voltou a crescer e continuou. Ambas as casas estavam no reino da Nortúmbria.

Vida adulta:

Bede passou o resto de sua vida como um monge em Jarrow, primeiro sendo ensinado e depois ensinando aos ritmos diários da regra monástica: para Bede, uma mistura de oração e estudo.

Ele foi ordenado diácono aos 19 anos - numa época em que os diáconos deveriam ter 25 anos ou mais - e um padre de 30 anos. Na verdade, os historiadores acreditam que Bede deixou Jarrow apenas duas vezes em sua vida relativamente longa para visitar Lindisfarne e York. Enquanto suas cartas contêm sugestões de outras visitas, não há nenhuma evidência real, e ele certamente nunca viajou longe.

Trabalho:

Os mosteiros eram nós de erudição no início da Europa medieval, e não há nada de surpreendente no fato de que Bede, um homem inteligente, piedoso e instruído, usou seu aprendizado, vida de estudo e biblioteca doméstica para produzir um grande corpo de escrita. O que era incomum era a pura amplitude, profundidade e qualidade das mais de cinquenta obras que ele produzia, cobrindo assuntos científicos e cronológicos, história e biografia e, talvez como esperado, comentários bíblicos. Como convinha o maior erudito de sua época, Bede teve a chance de se tornar Prior de Jarrow, e talvez mais, mas recusou os empregos, pois interfeririam em seu estudo.

O teólogo:

Os comentários bíblicos de Bede - nos quais ele interpretou a Bíblia principalmente como uma alegoria, aplicou críticas e tentou resolver discrepâncias - foram extremamente populares no início do período medieval, sendo copiados e divulgados - juntamente com a reputação de Bede - nos mosteiros da Europa.Esta divulgação foi ajudada pela escola do Arcebispo Egbert de York, um dos alunos de Bede, e mais tarde por um estudante desta escola, Alcuíno, que se tornou chefe da escola do palácio de Carlos Magno e desempenhou um papel fundamental no "Renascimento carolíngio". Beda pegou o latim e o grego dos manuscritos da igreja primitiva e os transformou em algo que as elites seculares do mundo anglo-saxão pudessem lidar, ajudando-as a aceitar a fé e difundir a igreja.

O cronologista:

As duas obras cronológicas de Bede - De temporibus (On Times) e De temporum ratione (On the Reckoning of Time) estavam preocupados em estabelecer as datas da Páscoa. Junto com suas histórias, elas ainda afetam nosso estilo de namoro: ao igualar o número do ano com o ano da vida de Jesus Cristo, Bede inventou o uso de AD, 'O Ano de Nosso Senhor'. Em total contraste com os clichês da “idade das trevas”, Bede também sabia que o mundo era redondo, a lua afetava as marés e apreciava a ciência observacional.

O historiador:

Em 731/2 Bede completou o Historia ecclesiastica gentis Anglorum, a história eclesiástica do povo inglês. Um relato da Grã-Bretanha entre os desembarques de Júlio César em 55/54 aC e Santo Agostinho em 597 dC, é a principal fonte de cristianização da Grã-Bretanha, uma mistura de historiografia sofisticada e mensagens religiosas contendo detalhes simplesmente não encontrados em outros lugares.

Como tal, agora ofusca seus outros trabalhos históricos, na verdade todos os seus outros, e é um dos principais documentos em todo o campo da história britânica. Também é lindo de ler.

Morte e Reputação:

Bede morreu em 785 e foi enterrado em Jarrow antes de ser re-enterrado dentro da Catedral de Durham (no momento em que este texto foi escrito, o museu Bede's World, em Jarrow, exibia um molde de seu crânio). Ele já era famoso entre seus pares. por um bispo Bonifácio como tendo "brilhado como uma lanterna no mundo por seus comentários bíblicos", mas agora é considerado como o maior e mais talentoso erudito da era medieval, talvez de toda a era medieval. Bede foi sainted em 1899. Bede foi declarado "venerável" pela igreja em 836, e a palavra é dada em seu túmulo na Catedral de Durham: Hic sunt em fossa bedae venerabilis ossa (Aqui estão enterrados os ossos do Venerável Beda.)

Bede on Bede:

o Historia ecclesiastica termina com um breve relato de Bede sobre si mesmo e uma lista de suas muitas obras (e é na verdade a principal fonte de sua vida com a qual, muito mais tarde, historiadores, temos de trabalhar):

"Assim, muito da História Eclesiástica da Grã-Bretanha e, mais especialmente, da nação inglesa, tanto quanto eu poderia aprender, seja pelos escritos dos antigos, ou pela tradição de nossos ancestrais, ou pelo meu próprio conhecimento, com a ajuda de Deus, foi digerida por mim, Bede, servo de Deus, e sacerdote do mosteiro dos abençoados apóstolos Pedro e Paulo, que está em Wearmouth e Jarrow, que nasceram no território desse mesmo mosteiro, foi dado, aos sete anos de idade, para ser educado pelo mais reverendo abade Bento, e depois por Ceolfrid, e gastando todo o tempo restante de minha vida naquele mosteiro, eu me dediquei inteiramente ao estudo das Escrituras, e em meio à observância das atividades regulares. disciplina e o cuidado diário de cantar na igreja, sempre tive prazer em aprender, ensinar e escrever.

No décimo nono ano da minha idade, recebi as ordens do diácono; no trigésimo, os do sacerdócio, ambos pelo ministério do mais reverendo bispo João e pela ordem do abade Ceolfrid. Daquela época, até o ano cinquenta e nove da minha idade, eu fiz o meu negócio, para o uso de mim e meu, para compilar as obras dos veneráveis ​​Padres, e para interpretar e explicar de acordo com o seu significado. .. "

Citado de Beda, a História Eclesiástica do Povo Inglês, "tradutor não claramente indicado (Mas parece ser a tradução de Temple Classics de 1903 de L.C. Jane)", Internet Medieval Source Book.

Categorias Populares

Top