Recomendado, 2019

Escolha Do Editor

"Ritorna vincitor" Letras e Tradução de Texto
Transitando Urano Aries (2010 a 2019)
Quem foi Hércules?

Um Guia para a Tradução Completa em Inglês do "Gloria"

A Gloria é uma canção bem conhecida que há muito tempo vem sendo integrada à missa da Igreja Católica. Muitas outras igrejas cristãs também adotaram versões dela e é uma canção popular para o Natal, a Páscoa e outros serviços religiosos em todo o mundo.

O Gloria é um belo hino com uma longa e rica história. Escrito em latim, muitas pessoas estão familiarizadas com a linha de abertura, "Gloria in Excelsis Deo", mas há muito mais do que isso.

Vamos explorar esse hino atemporal e aprender como as letras são traduzidas para o inglês.

Tradução de The Gloria

O Gloria remonta a um texto grego do século II. Ele também apareceu na Constituição Apostólica como uma "oração da manhã" por volta de 380 DC. Uma versão em latim apareceu no "Bangor Antiphonary" que se pensava ter sido escrito na Irlanda do Norte por volta de 690. Ainda é significativamente diferente do texto que usamos hoje. O texto que normalmente usamos agora remonta a uma fonte franca do século IX.

LatimInglês
Gloria em Excelsis Deo. Et em terra paxGlória no mais alto a Deus. E na paz da terra
hominibus bonae voluntatis. Laudamus te. Benedicimus te.para homens de boa vontade. Nós te louvamos. Nós te abençoamos.
Adoramus te. Glorveyus te. Gratias agimus tibiNós te adoramos. Nós te glorificamos. Obrigado te damos
propter magnam gloriam tuam. Domine Deus, Rex coelestis,por causa da grande glória tua. Senhor Deus, Rei do Céu
Deus Pater omnipotens. Domine Fili unigenita, Jesu Christe.Deus Pai Todo Poderoso. Senhor Filho só gerado, Jesus Cristo.
Domine Deus, Agnus Dei e Filius Patris.Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho do Pai.
Qui tollis peccata Mundi, miserere nobis.Quem tira os pecados do mundo, tem misericórdia de nós.
Qui tollis peccata Mundi, deprecationem nostram.Quem tira os pecados do mundo, recebe súplica nosso.
Qui sedes e dexteram Patris, miserere nobis.Quem se senta à direita do Pai, tende piedade de nós.
Quoniam tu solus sanctus. Tu solus Dominus.Só tu és santo. Somente tu, Senhor.
Tu solus altisimus, Jesu Christe.Tu és o mais sublime, Jesus Cristo.
Cum Sancto Spiritu na gloria Dei Patris. Um homem.Com o Espírito Santo na glória de Deus Pai. Um homem.

A Melodia da Glória

Nos serviços, o Gloria pode ser recitado, embora seja mais frequentemente definido como uma melodia. Pode ser uma capella, acompanhada por um órgão, ou cantada por um coro completo. Ao longo dos séculos, as melodias variaram tanto quanto as próprias palavras. Durante os tempos medievais, acredita-se que existiam mais de 200 variações.

Na liturgia da igreja hoje, a Glória é cantada em uma variedade de formas e incorporada em várias missas congregacionais, incluindo a Missa Galloway. Algumas igrejas preferem um estilo que é mais um canto que pode ser cantado em uma resposta entre um líder e o coro ou congregação. Também é comum que a congregação repita apenas a linha de abertura enquanto o coro canta outras partes do hino.

O Gloria foi tão integrado aos serviços religiosos que inspirou e foi incorporado em vários trabalhos de compositores famosos. Uma das mais conhecidas é a "Missa em Si Menor", escrita em 1724 por Johann Sebastian Bach (1685-1750). Este trabalho orquestral é considerado uma das maiores canções e é objeto de muito estudo na história musical.

Outra obra famosa foi escrita por Antonio Vivaldi (1678–1741). Bastante conhecido simplesmente como "O Vivaldi Gloria", o mais conhecido das interpretações do compositor é "The Gloria RV 589 em D Maior", que foi escrito por volta de 1715.

Fonte

  • Kingsbury, Stephen. Significado estético nas massas congregacionais de James MacMillan. Yale Journal of Music e ReligiãoVolume 2, Número 1. 2016.
  • Rathey, Markus. A Missa de Johann Sebastian Bach em B Menor: A Maior Obra de Todos os Tempos e Todas as Pessoas. A Palestra de Tangeman, Universidade de Cincinnati. 18 de abril. 2003.

    Categorias Populares

    Top